Pesquise termos e artigos

FindOut Startups bate marca de 300 startups cadastradas em quatro meses de projeto


Uma das primeiras histórias que nós contamos com o Start Zero foi de um projeto que nasceu com o intuito de encurtar a distância entre startups, empresas, empreendedores da indústria e investidores, podendo resolver o problema de diversos mercados que poderiam encontrar soluções para seus projetos. A FindOut Startups visava reunir em um mesmo local demanda e solução.

Dentro da plataforma, tanto a indústria, como investidores e o mercado poderiam realizar buscas detalhadas, utilizando filtros específicos para encontrarem os prestadores de serviços ideais para suas demandas, navegando por páginas detalhadas de cada startup, empresa ou empreendedor cadastrado. Ainda seria possível publicar desafios de projetos para que contratantes e prestadores de serviços entrassem em contato e agendassem reuniões de formas simples. No entanto, era preciso alimentar o banco de dados com informações reais para que os resultados fossem verdadeiros.

Hoje, quatro meses depois do início das atividades, eles já registram 342 startups cadastradas em todos o território nacional.  Os convites aconteceram a partir de julho, quando foi realizada a captação das startups e também dos usuários de buscas por meio de convites individualizados. A equipe da FindOut convidou os primeiros usuários por e-mail e pessoalmente em diversos eventos, como a Gramado Summit, Hacktown SRS, Nexus Summit, entre outros.

"Explicamos nossos propósitos a cada conversa, seja com startups, empresas, investidores ou universidades, e todos têm sido muito receptivos à FindOut Startups. No geral, todos afirmam ser de grande importância a 'organização' desse ecossistema, principalmente por meio de uma plataforma digital. Mesmo as grandes empresas que possuem seus próprios sistemas de captura e engajamento com startups analisam como positiva (a solução). Contudo, o desafio está em conseguir maior frequência de empresas de diversos portes que estão apenas começando no ambiente de inovação aberta. Neste aspecto, nos valemos de nossa experiência em transformação organizacional e gestão de mudança para ajudar na quebra desse paradigma", comenta José Rochetti, um dos idealizadores do projeto.

A expectativa dos sócios José Rochetti e Adriano Accioly é atingir a marca de 5 mil startups cadastradas até o ano de 2019, podendo aumentar a meta com uma internacionalização que faz parte dos planos do projeto. "Aquilo que estamos tentando resolver é dar maior visibilidade às startups. Isso é, por si só, uma dificuldade inicial para crescer o número de participantes na plataforma, já que não é fácil ter acesso às informações corretas das startups. Nos deparamos com uma situação onde o empreendedor tem sido sobrecarregado com solicitações de cadastro. Isso levou a uma resistência a esse processo por mais simples e proveitosa que seja a proposta", comentam. Ambos apontam que ajustes na plataforma estão sendo feitos para facilitar ainda mais o cadastro das startups e a experiência dos usuários.

"Acredito que estamos apenas começando, afinal são só quatro meses de atividades. Fizemos vários ajustes na plataforma e temos outros à caminho no curtíssimo prazo. Mas se considerarmos que muitas das startups cadastradas hoje em nossa plataforma não estavam expostas para serem achadas facilmente em nenhum lugar, isso tem um grande impacto para aqueles que começam a ter contatos com custo zero. Devido a facilidade da plataforma, empresas nos pedem para ajuda-las com seus processos, divulgação e alinhamento interno, o que significa que a cultura de inovação e aproximação com startups está sendo ainda mais fomentada. Isso é bom para todos. Além disso, investidores tem nos procurado para fechar parcerias, utilizarem a plataforma e até mesmo indicam interesse de comprar. São todos sinais muito positivos que estamos no caminho certo", conclui Rochetti.

Para conhecer melhor o trabalho da FindOut, clique aqui.

O StartZero é um manifesto em favor do empreendedorismo de inovação. Nós buscamos a revolução na base. Queremos colocar em evidência projetos que mudarão o futuro nos próximos anos e soluções que já estão transformando mercados agora.

Nossa missão é dar destaque para o mercado mais importante da Nova Economia. No entanto, direcionamos nossos holofotes para a parcela dele que não recebe o destaque merecido. Por isso, noticiamos projetos jovens capazes de se adaptar a realidade dos negócios, visando transformar o mundo em que vivemos.

Conosco, uma série de mantenedores acreditam neste ideal. Com eles, nós oferecemos a base e a vitrine necessárias para que jovens empreendedores se tornem conhecidos no mercado independente do estágio de sua startup. Com esse propósito, poderemos tirar grandes projetos do anonimato e, como consequência, mudar o rumo tradicional das coisas.

O StartZero é um manifesto em favor do empreendedorismo de inovação.