Pesquise termos e artigos

Infinitas possibilidades, infinitas startups


O que acompanhamos diariamente no ecossistema de startups é um crescimento exponencial da criação de ideias e validação das mesmas. Isso faz com que o mercado já estabelecido tenha um novo fôlego para se reinventar. Mas o que está acontecendo na prática?

Além dos exemplos clássicos de conexão de oferta e demanda através de tecnologia como Uber, AirBnB e tantos outros que despontam cada vez mais no ecossistema, podemos ficar atentos a outra fenômeno macro que acontece.

O cerne de negócios tradicionais é composto por diversos serviços que hoje estão consolidados: precisamos de bancos, precisamos de comunicação e de diversos outros aspectos que dispõe opções tecnológicas ou de serviço consolidadas em abundância. As startups - que não são mais novidade - estão durante anos sendo criadas com tanta potência e em quantidade tão intensa, conseguindo enxergar necessidades sutis não apenas de oferta e demanda, mas percebendo pequenos processos presentes globalmente em negócios.

No seu dia a dia existem infinitas interações que podem passar despercebidas, mas que afetam a produtividade e a entrega do que você está propondo como negócio. Seja uma comunicação informal contendo informação preciosa para o andamento de um projeto ou a maneira que o seu setor financeiro se otimiza, as startups sabem identificar estes pontos e sanar estas necessidades de forma dinâmica.

A tendência é termos cada vez mais os detalhes do nosso dia a dia automatizados ou otimizados por tecnologias e inteligências que vão tirar nosso foco de trabalhos braçais e operacionais para exercitarmos o que realmente temos de valioso no ser humano, a imaginação e criatividade.

Processos mecânicos e repetitivos não são mais interessantes para quem trabalha e tendem a ser automatizados. Processos criativos no entanto tendem a ser decisivos nas novas marés da economia e as startups nos ajudam cada vez mais a focar na essência do que realmente importa em nossos negócios. Iremos nos desgastar cada vez menos com estes padrões operacionais que obviamente precisam ter qualidade e fluidez, e teremos startups competentes nos provendo estes aspectos.

As infinitas sutilezas de como um negócio roda proporciona infinitas possibilidades a quem quer fazer sua startup eclodir na nova economia.

Pietro Rutzen é head de tecnologia da Summit Hub e do Start Zero. Intrigado pelas fronteiras do pensamento, é fascinado por buscar conhecimentos e aplicar a multidisciplinaridade destes para vencer de forma criativa os desafios profissionais. Percebe anuminosidade proveniente de trabalhar com tecnologia.

O StartZero é um manifesto em favor do empreendedorismo de inovação. Nós buscamos a revolução na base. Queremos colocar em evidência projetos que mudarão o futuro nos próximos anos e soluções que já estão transformando mercados agora.

Nossa missão é dar destaque para o mercado mais importante da Nova Economia. No entanto, direcionamos nossos holofotes para a parcela dele que não recebe o destaque merecido. Por isso, noticiamos projetos jovens capazes de se adaptar a realidade dos negócios, visando transformar o mundo em que vivemos.

Conosco, uma série de mantenedores acreditam neste ideal. Com eles, nós oferecemos a base e a vitrine necessárias para que jovens empreendedores se tornem conhecidos no mercado independente do estágio de sua startup. Com esse propósito, poderemos tirar grandes projetos do anonimato e, como consequência, mudar o rumo tradicional das coisas.

O StartZero é um manifesto em favor do empreendedorismo de inovação.