Pesquise termos e artigos

Startup brasileira cria o sistema mais moderno do mundo em organização de lixo urbano


Você sabia que apenas 3% de todo o lixo descartado no Brasil é reaproveitado? Os 5.570 municípios gastam R$ 17 bilhões com o lixo e R$ 120 bilhões é o valor perdido pelo não-reaproveitamento de resíduos? Essa realidade pode ser mudada e colocarmos o Brasil como referência nos próximos cinco anos ao atingirmos 67% de todo o lixo reaproveitado. Esse é o objetivo do primeiro sistema de organização de resíduo urbano do mundo, o aplicativo PACSCRAP.

A tecnologia já começa a entrar em operação em algumas cidades do Brasil ainda neste ano com a chancela do Ministério do Meio Ambiente. Ministério Público do Rio Grande do Sul, Fundação Estadual de Proteção Ambiental do RS e Secretaria do Ambiente e Desenvolvimento Sustentável do RS também deram o aval para a adesão dos municípios.

Inédito no mundo, o aplicativo levou seis meses para ser desenvolvido e os profissionais envolvidos utilizaram a coleta seletiva do Canadá como referência. “Não existe nada igual ao que criamos, mas ficamos um mês experenciando o modelo canadense de separação do lixo”, explica Rafael Davi Valentini, idealizador do aplicativo.

O objetivo do PACSCRAP é a igualdade de responsabilidades entre as pessoas e empresas (geradores) e os governos, catadores ou recicladores (coletores) e com o aplicativo sendo o organizador do ambiente.

como funciona

Os geradores de resíduos receberão a educação de como separar os resíduos. Para isso basta baixar o aplicativo, informar as quantidades entre sete tipos de resíduos: 4 recicláveis (papel, vidro, plástico e metal), orgânico compostado, rejeito e resíduo especial, e informar a localização da lixeira em que o resíduo será descartado. Em apenas 10 segundos será possível registrar as informações. Já os coletores terão a oportunidade de trabalhar de forma mais eficiente justamente pela precisão da informação recebida.

O gerador que não cumprir a separação corre o risco de ser multado porque o aplicativo, em determinado momento, poderá solicitar que seja feita uma foto do tipo de lixo que está sendo descartado. “O sistema tem a capacidade de identificar de forma precisa todo o material que estará dentro daquele recipiente”, alerta Valentini.

Por ter sido pensado no formato de gamificação, ou seja, possui a mesma mecânica de design de jogos, o aplicativo também permitirá que o gerador cadastre dependentes na família e, dessa forma, promovam competições relacionadas ao descarte dos resíduos.

A implementação terá custo zero para as prefeituras e o contrato será por performance. Todo o valor economizado nos 365 dias após o início do projeto será destinado à startup e desse valor poupado, 35% será devolvido como investimento direto à sociedade por meio de bônus para a educação, saúde, educação ambiental, recuperação de áreas degradadas e desconto do IPTU.

“Cada município trabalhará da forma que avaliar mais adequada, porém, o importante é que haja uma redução significativa de lixões e aterros e que o lixo se torne renda para todas as pessoas, de forma direta ou indireta. Nossa meta é atingir o processamento de 100% dos resíduos gerados no Brasil, o que proporcionará cidades limpas e organizadas, redução significativa da extração de recursos naturais e de poluição das águas. Mas não é só isso, será possível ainda profissionalizar catadores, contar com coletas inteligentes pelas prefeituras, aumento da eficiência na tomada de decisões dos poderes políticos, proporcionar educação ambiental e gerar consumo consciente”, enumera Valentini.

O StartZero é um manifesto em favor do empreendedorismo de inovação. Nós buscamos a revolução na base. Queremos colocar em evidência projetos que mudarão o futuro nos próximos anos e soluções que já estão transformando mercados agora.

Nossa missão é dar destaque para o mercado mais importante da Nova Economia. No entanto, direcionamos nossos holofotes para a parcela dele que não recebe o destaque merecido. Por isso, noticiamos projetos jovens capazes de se adaptar a realidade dos negócios, visando transformar o mundo em que vivemos.

Conosco, uma série de mantenedores acreditam neste ideal. Com eles, nós oferecemos a base e a vitrine necessárias para que jovens empreendedores se tornem conhecidos no mercado independente do estágio de sua startup. Com esse propósito, poderemos tirar grandes projetos do anonimato e, como consequência, mudar o rumo tradicional das coisas.

O StartZero é um manifesto em favor do empreendedorismo de inovação.